A revista mais premiada do Paraná
13 anos de história

Mundo dos Queijos

Maike Tais Maziero Montanhini
Doutora em Tecnologia de Alimentos e apaixonada por queijos

Fondue

Publicado em: 11/08/2021


O fondue é um prato típico das montanhas frias dos Alpes, principalmente na Suíça e na França. Vários tipos de queijos podem ser utilizados no seu preparo

Os dias frios de inverno ganham romantismo, sofisticação e sabor com fondue de queijo, que, além de nutrir, aquece o corpo e a alma, proporcionando uma requintada experiência gastronômica. Esta mistura de queijos fundidos encanta os sentidos por sua textura, aroma e sabor, sem contar todo o ritual que envolve seu preparo e consumo.

O fondue é um prato típico das montanhas frias dos Alpes, principalmente na Suíça e na França. Vários tipos de queijos podem ser utilizados no seu preparo, sendo geralmente composto por queijos semiduros maturados, como o Emmental, Gruyère, Beaufort, Comté, Vacherin Fribourgeois e mesmo com Raclette, Reblochon ou Morbier.

Existem várias receitas de fondue. Geralmente, escolhem-se 2 a 3 tipos de queijos, cujas proporções podem variar de acordo com o gosto pessoal; alguns são mais adocicados, como o Emmental e o Gruyère, outros mais salgados e picantes como o Comté e, para quem gosta de queijos fortes e marcantes, vale ousar com um Reblochon. Contudo, para desfrutar do verdadeiro fondue suíço a proporção é “moitié-moitié”: 50% de Gruyère e 50% de Vacherin Fribourgeois.

O preparo é simples, mas exige alguns utensílios específicos: garfos especiais (longos para evitar queimaduras); réchaud, vela ou lamparina; e suporte para a panela. Existem vários modelos de kits para fondue disponíveis no mercado, inclusive aparelhos elétricos, que permitem a regulagem da temperatura. 

Os queijos devem ser ralados para facilitar seu derretimento; a casca em geral é removida. Além dos queijos, adiciona-se vinho branco e um pouco de amido de milho, para deixar sua textura mais lisa. Costuma-se amassar um dente de alho no fundo da panela para aromatizar a mistura. Também podem ser adicionados noz-moscada e pimenta moída na hora, a gosto. 

Como acompanhamento, um bom pão (de preferência de fermentação natural, por ter uma consistência mais firme, sem risco de desmanchar); batatas cozidas e embutidos. Para harmonizar, vinhos brancos secos com certa acidez são mais recomendados ou vinhos tintos mais suaves, como Pinot Noir. Impossível não se derreter com essa delícia!
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2021 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751