Colunas

Arruda, planta que benze!

Publicado em: 15/04/2019


Originária da região dos Bálcãs, mas cultivada nos jardins do mundo inteiro, a arruda tem diversas propriedades medicinais. Faz parte da nossa cultura a crença de que a arruda afasta mal olhado e cura o quebranto nas crianças pequenas. 

É comum ainda em algumas cidades a figura da benzedeira que usando de galhos da planta faz rezas para curar. Quando era criança diziam que um ramo de arruda colocado atrás da orelha, afasta más energias, nos cabelos atrai a sorte, no bolso do paletó, evita negócios ruins.

Gosto muito das cores da planta e de suas delicadas flores amarelas, que além de lindas atraem vários tipos de polinizadores. Essa é planta fácil de cultivar, mas exige alguns cuidados, principalmente quando pequena. Pode ser plantada por sementes, estacas ou mudas. Os melhores meses para plantá-la são setembro, outubro e novembro. Desde que me entendo por gente na minha casa nunca faltou um pezinho de arruda por perto.

A arruda é empregada como auxiliar para tratar casos de dor de ouvido, dor de dente, dermatoses, contusões, distensões, solitárias, piolhos, furúnculos, incontinência urinária, fraqueza dos vasos sanguíneos e regular ciclos menstruais. Por seu teor tóxico deve ser usada com moderação e sob orientação de pessoas capacitadas. 

Deve ser evitada por idosos, mães que amamentam e gestantes, pode até ocasionar aborto. O consumo excessivo pode causar inflamações. Possui efeito narcotizante. Também é um excelente repelente de insetos e de ratos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!