A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história
TECNOLOGIA

15 novos negócios são incubados no Biopark

Texto Assessoria de Imprensa

Publicado em 25/08/2021


Durante seis meses, os empreendedores terão todo o suporte para transformarem suas ideias em produtos ou soluções para o mercado   

Na última segunda-feira, 15 novas empresas foram recebidas na Incubadora do Biopark. Esse é o primeiro ciclo de recepção feito por meio de edital aberto e mais de 80 empresas dos eixos de Tecnologia de Informação, Agro e Saúde de diversas regiões do país participaram do processo seletivo. 

Durante seis meses, os empreendedores receberão diversos benefícios, com destaque para o suporte do mentor-padrinho e um aporte financeiro mensal de R$ 2 mil.  O objetivo, é que ao final do período de incubação, os negócios que ainda estão em fase inicial, tenham um produto ou serviço em comercialização. 
 
Os representantes das empresas incubadas foram recepcionados pelo Diretor de negócios do Biopark, Paulo Victor Almeida, pelo Diretor do Biopark Educação, Victor Donaduzzi, e pelo consultor do Sebrae/PR, que é parceiro da Incubadora, Alan Debus. Na oportunidade, os presentes puderam conhecer mais sobre a história do Biopark, seus objetivos e principais projetos. 

Paulo Victor Almeida destacou o comprometimento do Parque para o crescimento das incubadas. “O grande objetivo da Incubadora é ajudá-los a entender, e entrar, no mundo real dos negócios. E a melhor forma de fazer isso é desenvolvendo um produto ou serviço e colocando no mercado. O conceito do Programa se prova a partir do momento em que vocês emitirem a primeira nota fiscal”, comenta. 

Além de aporte financeiro, os incubados irão contar com o mentor-padrinho, um profissional experiente em sua área de atuação que irá acompanhar o empreendedor durante todo o período. No Biopark as empresas também terão acesso a todo ecossistema de inovação, networking com outras empresas, infraestrutura física, além de trilhas de formação - realizadas em parceria com o Sebrae.   
 
“Nós estamos aqui porque acreditamos em vocês. Vocês estão recebendo aporte financeiro e o que tem de melhor em mentoria, qualificação e toda uma trilha que o Sebrae preparou. A ideia é que seja um processo muito produtivo, de muitos negócios. Vamos dar o melhor para o desenvolvimento de vocês”, explica Alan Debus.  

Entre os selecionados estão negócios em fase de estruturação, como é o caso da Bratelles, de Maringá. A empresa trabalha com produção de ferramentas e implementos para trazer soluções tecnológicas para a agricultura regenerativa e atualmente já tem três produtos no mercado. “Queremos aprender com quem já fez, então estamos atrás desse know-how para errar o mínimo possível e também percorrer um caminho mais assertivo”, diz a empreendedora Mariana Telles Rocha.  

A empresa vai receber a mentoria de Marcos Ferronato, CEO da empresa residente NetWord Agro, responsável pelo projeto da Smart Farm em parceria com o Biopark. “É muito bom estar perto de pessoas que tem boas ideias e energia para executá-las. Acredito que nosso mentor poderá trazer muitos insights para o negócio”, acrescenta Mariana.  

Atualmente, está em fase de conclusão o primeiro ciclo de incubação, que começou em abril de 2021, com três empresas participantes. No site www.biopark.com.br/incubadora é possível ter mais informações sobre o projeto e próximas seletivas. 

 

Deixe seu comentário

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2021 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751