A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história
Edição 155
ORGANIZAÇÃO

Laranja, a nova cor do amor... pelo lar!

Texto Rejane Martins Pires
Foto(s) Kauã Veronese

Publicado em 11/10/2021


Ela queria ser juíza, mas foi professora de inglês durante 23 anos e virou empresária. Seu propósito continua sendo ensinar!

Muitas coisas mudaram na vida da empresária Francynara Franck nos últimos dois anos. E muitas vão mudar nos próximos dois. Para entender, é preciso conhecer a sua história. Antes de abrir a sua empresa, a Escola da Organização, ela foi professora de inglês durante 23 anos. Detalhe: ser professora e empreendedora não estavam em seus planos. “Queria ser juíza”, diz. 

Até fez a faculdade de Direito, mas a vocação para ensinar falou mais alto. Aos 16 anos, finalizou o curso de inglês pago pelos pais e, numa espécie de contrapartida, foi empurrada para a sala de aula. Estudava e trabalhava. Em alguns períodos, fazia verdadeiras façanhas. Morava em Medianeira, estudava em Cascavel e dava aulas em Santa Terezinha de Itaipu. “Vivia mais dentro do ônibus do que em casa”, lembra.

Assim, cumprindo uma jornada exaustiva, porém prazerosa, se apaixonou pela educação. Não demorou para comprar uma franquia de escola de inglês, o CNA Idiomas, em Cascavel. Com a transferência do marido, Jacques, para Jaraguá do Sul, até tentou acompanhar de longe, vindo a cada 15 dias.

Nesse período - já grávida de 7 meses da primogênita - ela decidiu vender a escola de inglês para sua então sócia Renata. “Eu era jovem demais para tocar uma empresa e cometi vários erros. Vendi para pagar dívidas”, conta.

Em Jaraguá, cidade onde nasceram seus três filhos, Julia, Vitor e Mateus, voltou a ser “profe”, agora do Yázigi. Tudo estava em perfeita ordem até o que marido, funcionário do Banco do Brasil, foi transferido para Palmital, interior do Paraná. Parou com tudo e dedicou-se à casa e aos filhos.

Algum tempo depois, outra transferência. Desta vez para Curitiba. Cidade maior, mais oportunidades. Logo conseguiu um emprego no CNA Santa Felicidade. A vida planejada finalmente tinha encontrado o seu lugar. Ambos se aposentariam ali e teriam uma velhice calma e tranquila. 

Eis que o pai de Jacques sofre um gravíssimo acidente e, depois de recuperado, chama o filho para ajudá-lo na construtora da família. Os sentimentos afloraram e a família Tormes Franck colocou o pé na estrada. Destino: Cascavel. Nos primeiros anos, muitas conquistas, até vir a grande crise de 2015.

Os negócios não estavam indo bem e Fran não se encontrava. Porém, em Curitiba, ela tinha feito um curso de personal organizer em 2011. Tudo estava adormecido até vir à tona num processo de coaching. “Finalmente descobri o que meu coração desejava”, afirma.
 
Profe Fran: “Eu respiro organização e amo ensinar. Minha essência está na escola”

LONGA CAMINHADA
Quando resolveu transformar uma característica pessoal em profissão – ou como diz sua coach “um problema em uma solução” -  Fran entrou de corpo e alma. Demorou um pouco para decolar. Além do trabalho como personal organizer, ainda incipiente, fazia higienização em sofás e colchões.

Andava pra cima e pra baixo com aquela máquina pesada. Fez uma boa grana. Tudo o que ganhava investia em treinamentos. Capacitada, começou a ministrar ainda mais workshops de organização e limpeza. Desta experiência nasceu o Curso de Organização Lar Doce Lar, com mais de 20 edições, o Treinamento para Auxiliares Domésticas e Diaristas e o Workshop Dobraterapia.

Em 2018, depois de mais um curso de capacitação no Rio Grande do Sul, voltou cheia de novas ideias e propôs algumas parcerias, mas não fluiu. “Não queria me envolver com a venda de produtos, mas como não consegui nenhuma parceria, adiei meus planos”.

Mesmo com a empresa de organização e os cursos decolando, não conseguia se encontrar e entrou em depressão. Foram 15 dias de completa apatia até se reerguer e tomar outra decisão. “Por que não abrir uma escola aqui?”, pensou. Era a hora de retomar os sonhos.

Feitos os ajustes necessários, no aniversário de um ano da empresa – 18 de maio de 2019, finalmente, a Escola da Organização ganhou um espaço com uma ampla sala de aula, passando a oferecer ainda mais cursos e também produtos para organização e limpeza.

“Tudo cresceu muito rápido porque eu já tinha uma clientela, uma história. Inclusive a venda de produtos foi uma consequência disso, mas a minha grande paixão continua sendo o ensino. Minha grande missão é levar organização para todos de todas as formas possíveis”, explica. 

O projeto decolou tão rápido que ganhou até uma filial em Toledo e um e-commerce com milhares de produtos vendidos para todo o país. E tudo isso num ano de pandemia. Fran conta que ela e o esposo entravam madrugada adentro cadastrando produtos e fotos na loja virtual.

“Eu tenho um compromisso muito grande com qualidade em tudo o que faço. Só vendo produtos que eu testo e acredito. Ao contrário de muitas lojas, não ofereço curso para vender produto. Aqui, o caminho é inverso, vendo produtos em função dos cursos”. Ah, ela continua seu trabalho como personal organizer. “Eu amo entrar nos lares e transformar a vida dos meus clientes. Preciso estar lá para sempre aprender e continuar ensinando”.
 

SEMPRE ORGANIZADA
Se ensinar está no DNA de Fran e na sua história profissional, a organização também já nasceu com ela. Quando ganhou um quarto separado das irmãs, ainda na adolescência, vibrou com a possibilidade de deixar tudo do seu jeito, organizado nos mínimos detalhes.

Até as provas da escola eram passadas e guardadas em saquinhos plásticos. Tudo arrumadinho. Impecável. Naquela época, ela nem sonhava com a Fran de hoje, uma autoridade no assunto. “Não consigo imaginar uma vida desorganizada. Além de organizada, sou minimalista”. Para ela, organização é sinônimo de harmonia e está associada a ter menos e viver mais.

LARANJA, MAIS QUE UMA COR
É impossível entrar na Escola da Organização, ali no comecinho da Pio XII, no Bairro Cancelli, e não perceber que a cor dominante é o laranja. Sinônimo de vitalidade, exprime bem a alma da empresa e, claro, da empresária. “Sempre gostei de laranja.

Quando fui criar a apresentação visual da empresa a agência até sugeriu rosa, mas não pensei duas vezes, tinha que ser laranja”, diz Fran, que guarda até hoje o primeiro cesto organizador – que tem 16 anos. A cor? Laranja. “O laranja era um gosto pessoal que se transformou em estratégia de marketing”.
 

ORGANIZAÇÃO PARA TODOS
Como boa professora que é, Fran está sempre pensando em projetos para ajudar a desenvolver pessoas. Um deles é um curso para mulheres desempregadas, com valor simbólico. Outro projeto é levar organização para os bairros. Para isso, já comprou uma van. Tão logo tenha o alvará, vai percorrer Cascavel de ponta a ponta oferecendo seus produtos e serviços. “Quero levar transformação através da organização para as pessoas”, ressalta.
 

“Meus cursos são todos baseados em minhas experiências como dona de casa e como personal organizer”


Em breve, a Escola da Organização vai disponibilizar também os seus cursos para o ambiente virtual. Embora a Profe Fran já entregue todo o seu “ouro” nas redes sociais, está se preparando para um salto ainda maior. Para acompanhar os próximos passos, só acessar www.escoladaorganizacao.com.br.

UMA HISTÓRIA NOS EUA
Professora de inglês, Fran sempre sonhou em ir para os Estados Unidos, mas nunca teve oportunidade. Logo que abriu a escola, não hesitou em se inscrever no maior evento de organização do mundo, a NAPO Retreat 2018, em Chicago. “Continuava não tendo dinheiro, mas corri atrás para pagar tudo.

Viajei com o mínimo para ficar lá. Não comprei nada. Fui com o objetivo de aprender e graças a meu inglês fluente consegui absorver muito conteúdo”. No seu retorno, um “up” na empresa. “De lá pra cá só cresci, trabalhando muito é claro. O curso foi um propulsor, mas garanto que os próximos dois serão os meus melhores anos. Está tudo planejado”. Alguém duvida?

Deixe seu comentário

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2021 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751