Poeme-se

Julio Szymanski | Lago Municipal de Cascavel
Navego no cristal da madrugada, 
Na dureza do frio refletido, 
Onde a voz ensurdece, laminada, 
Sob o peso da noite e do gemido. 

Abre o cristal em nuvem desmaiada, 
Foge a sombra, o silêncio e o sentido 
Da noturna memória sufocada 
Pelo murmúrio do dia amanhecido. 

José Saramago
 
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!